11/09/2019 | em Sec. Educação Tamanho do texto: A-A+
João Alfredo avança com adesão ao Programa Criança Alfabetizada






A Prefeitura Municipal de João Alfredo (PMJA) realizou nessa quarta-feira (4), através da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, no auditório da Escola Municipal Miguel Arraes de Alencar, a abertura e I Formação do “Programa Criança Alfabetizada”. O programa tem a iniciativa de apoiar os municípios na busca pela alfabetização até os 7 anos de idade.

 

Gestores, coordenadores, professores do 1º e 2º ano do Ensino Fundamental, secretárias municipais e a prefeita Maria Sebastiana participaram do evento, que contou com a apresentação do grupo de Violinos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), através de parceria firmada com a Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos.

 

De acordo com a secretaria municipal de Educação, o Programa Criança Alfabetizada visa fortalecer as políticas públicas para o Ensino Fundamental. “Na ocasião tratamos de temas relacionados à adesão ao Programa, sua metodologia, além dos ganhos que o município e as escolas terão”, ressalta a formadora municipal do Programa, Juciane Andresa.

 

O momento mais esperado pelos participantes foi conhecer o material destinado ao uso do aluno: Almanaque Ilustrado e o Manual do Professor. “Uma importante e linda ferramenta para o avanço da nossa Educação”, comemorou a secretária da pasta, Alessandra Santos. O Programa será coordenado por José Carlos Soares e Juciane Andresa, que também é responsável pelas formações de coordenadores e professores que atuam na área.

 

Saiba mais – De acordo com a secretaria estadual de Educação, o programa prevê uma nova distribuição do ICMS Socioambiental para os municípios. Com a lei sancionada pelo governador, a quantidade de indicadores será reduzida e a participação da educação no repasse aumentará dos atuais 3% para 18%, com implantação escalonada em seis anos.

 

Para que seja feito o repasse do ICMS, serão utilizados números do Índice de Desenvolvimento de Educação (IDE), calculado integralmente com dados do Sistema de Avaliação de Educação de Pernambuco (SAEPE), aplicado desde 2008. O IDE utilizará dados do 2º ano do Ensino Fundamental, além do 5º e 9º ano. Após o resultado do SAEPE dessas três etapas, o cálculo será utilizado para medir o índice, que terá peso de 60% para o 2º ano e 30% e 10% para 5º e 9º ano, respectivamente.

 




Compartilhe: